Cloudbeds

Cloudbeds – Blog – Tudo sobre Hotelaria

O Mercado Internacional de Hostels Está Mudando: Como Preparar Sua Propriedade Para Atrair Uma Nova Geração de Hóspedes

Subscribe for More Content
Posted by Cloudbeds
novembro 8, 2018

O mercado de hostels está mudando em todo o mundo e, embora muitos encarem os hostels como acomodações só para mochileiros, esses estabelecimentos vêm crescendo em popularidade como nunca antes. Os hostels têm caído nas graças da geração do milênio (millenials), em especial. Com uma nova geração de turistas buscando hostels, como preparar sua propriedade para acolher esse novo público de hóspedes?

Uma pesquisa publicada pela Phocuswright mostra que os millennials costumam gastar mais de sua renda disponível e permanecer por mais tempo em viagem do que turistas de outras faixas etárias. Assim, esse grupo de turistas têm promovido um aumento no número de hostels devido a buscarem as acomodações de baixo custo bem localizadas oferecidas por muitos hostels. No entanto, parece que essa geração está mais interessada em serviços que proporcionem experiências peculiares e oportunidades de interagir com outros turistas. Os millennials querem conhecer o mundo, conhecer pessoas e se divertir ao fazer isso.

 

Como o mercado de hostels está mudando

Os hostels simples, estilo dormitório, sem luxos nem serviços estão se tornando coisa do passado. O mercado de hostels vem sofrendo transformações, dando cada vez mais lugar a hostels estilizados, com quartos privativos. Na verdade, de acordo com a Phocuswright, de cada 10 hostels, 9 agora contam com quartos privativos.

Mas não são apenas os quartos privativos que têm chamado a atenção desse jovem público. Estabelecimentos como FieldHouse Jones estão atraindo hóspedes com ambientes cheios de diversão e serviços, como salas de academia, cafeterias, piscinas com raias, bares temáticos e espaços para eventos públicos e particulares com autorama personalizado e restaurante gourmet. Outro hostel, o Lub d en Phuket, oferece aulas de muay thai em um ringue de tamanho oficial no próprio saguão de entrada.

À medida que os serviços oferecidos pelos hostels aumentam, o mesmo ocorre com as expectativas dos clientes. Sendo assim, agora espera-se que a maioria dos hostels já ofereçam serviços como:

  • Wi-Fi grátis;
  • Opções de comida e bebida;
  • Serviço de limpeza diário;
  • Interiores estilizados;
  • Eventos sociais;
  • Aluguel de bicicletas;
  • Bibliotecas e centros multimídia.

Além disso, há aplicativos como o Hostellers, que se integram com seu Sistema de Gestão Hoteleira (PMS), permitindo interação e socialização entre os hóspedes. Com o aplicativo, os hóspedes podem ver quem mais está hospedado no mesmo hostel, criar grupos de bate-papo ou até eventos. O objetivo de tudo isso é enturmar os hóspedes e enriquecer sua estadia.

A moda dos hostels também não tem passado despercebida pelas grandes redes hoteleiras. Alguns grupos hoteleiros estão investindo pesado para conquistar sua fatia no mercado com acomodações que imitam hostels, como as Marriott’s Moxy.

 

Características da nova geração

Em geral, os frequentadores de hostels encaram as viagens como oportunidades para buscar novas experiências e interações sociais. De fato, 72 por cento daqueles que fazem reservas em hostels viajam sozinhos.

Embora hóspedes de hostels e a geração do milênio costumem se preocupar com o orçamento, na média anual, os gastos com turismo e a frequência das viagens deles é significativamente maior em comparação com o público geral.

Para a geração do milênio, viajar e explorar o mundo é parte muito importante de seu estilo de vida. Esses jovens priorizam aventuras compartilhadas e interações sociais mais que o turista mediano.

 

Como se preparar para essa nova geração de hóspedes de hostels

Os millennials se acostumaram desde bem cedo a usar a internet e redes sociais e integraram a tecnologia a quase todos os aspectos da sua vida. Assim, não surpreende o fato de que os jovens de 18 a 34 anos tenham impulsionado a rápida adoção de reservas de hostels pela internet e celulares.

Proprietários e gerentes de hostels que possuem um PMS integrado conseguem empregar melhor a tecnologia para interagir com esse enorme grupo demográfico. Veja algumas dicas para fazer a tecnologia trabalhar a seu favor:

  • Cadastrar seu estabelecimento em diversos sites — Procure alistar suas propriedades em diversas OTAs, desde as famosas como Booking.com, Airbnb e HostelWorld até os sites mais especializados, como o Dorms.com. Para os clientes da Cloudbeds, leva apenas alguns segundos para se cadastrar no Dorms.com ou HostelCulture devido a uma conexão expressa que logo estará disponível. De acordo com a Phocuswright, as OTAs se tornaram o principal canal de vendas para hostels, devendo crescer de 44% em 2014 para 54% até 2020. Aumentar a visibilidade de seu estabelecimento hoteleiro ampliará seu alcance e garantirá que ele apareça exatamente onde essa geração busca.

Para uma lista completa dos melhores sites de OTAs para hostels, confira O Grande Livro das OTAs.

  • Praticidade para o cliente — Os hóspedes simplesmente ADORAM praticidade. Assim, não deixe de oferecer entrada sem chave, check-in expresso, serviços externos através de aplicativos e oportunidades de upgrade, o que ajudará o hóspede a gastar menos tempo com os processos da estadia e mais tempo conhecendo as redondezas.
  • Usar aplicativos e socializar-se — Você pode manter contato com seus hóspedes antes e depois da estadia usando aplicativos muito usados como WhatsApp, WeChat e Hoperator. Não se limite a usar e-mail. Os turistas independentes (FITs, na sigla em inglês) foram responsáveis por um gigantesco crescimento no movimento turístico de chineses visitando outros países em 2017; e esse grupo demográfico se comunica por meio dos aplicativos de redes sociais. Essas ferramentas lhe dão diversas oportunidades de interagir com os hóspedes e tornar a estadia deles o mais tranquila possível. Uma vantagem para você é também poder usar o feedback dos hóspedes para monitorar a satisfação dos clientes.

Os hostels sempre foram o tipo de acomodação preferido dos turistas mais jovens; assim, usar a tecnologia para alcançar os millennials é essencial para o crescimento do seu negócio. Confira como os hostels a seguir estão usando a tecnologia de modo criativo para atrair mais os dessa geração:

Os Slumber Party Hostels são um ótimo exemplo de como os estabelecimentos hoteleiros podem criar uma atmosfera incrível, a qual os hóspedes já conseguem vivenciar logo que entram no site. No topo da tela aparecem filmagens cativantes, validação social com exibição do nome e local de hóspedes que acabaram de fazer reservas, bem como diversas imagens vívidas, de alta qualidade que seduzem o visitante com passeios eletrizantes e aventura na certa.

Os hostels Lub d oferecem um espaço de coworking chamado Garage Society na unidade de Phuket que cativa os nômades digitais que estão ali a trabalho ou turismo. O espaço não oferece apenas serviços modernos como Wi-Fi, impressora, lanches e tomadas mas também eventos de networking.

 

Perspectivas do mercado

A previsão de crescimento para o mercado internacional de hostels é de US$ 6,4 bilhões até 2020, segundo a Phocuswright. Fica claro que adotar o uso de software e tecnologia essenciais para seu estabelecimento hoteleiro será fundamental para atrair essa nova geração de hóspedes de hostels.

Se desejar mais informações, a Cloudbeds está aqui para ajudar. Quer precise de informações sobre implementação de software, quer produtos para auxiliar no crescimento dos negócios, será um prazer conversarmos sobre isso a hora que quiser. Assim, sinta-se à vontade para entrar em contato conosco.

Fontes:

Phocuswright The Global Hostel Marketplace 2014-2018

About Cloudbeds

Cloudbeds is one easy-to-use hospitality management suite that simplifies the working lives of hoteliers and hosts. Cloudbeds’ award-winning software is trusted by tens of thousands of boutique hotels, hostels, inns, vacation rentals and groups in over 148 countries. With over 300 distribution integrations, Cloudbeds helps properties grow revenue and automate their workflows with confidence and ease. Founded in 2012, Cloudbeds has expanded to over 200 people with local teams in 31 countries, speaking 17 languages. For more information, please visit www.cloudbeds.com or reach us at Facebook.com/cloudbeds and on Twitter at @cloudbeds.

Request a demo to learn more.