Tendencias do marketing hoteleiro em 2018

By Alex Gaggioli, outubro 9, 2018

Introdução

À medida que a industria hoteleira continua crescendo e as propriedades independentes ganham terreno, é necessário conhecer as tendências de marketing que definirão o ano. O marketing é uma poderosa ferramenta que tem a possibilidade de trazer sucesso ou destruir um negócio, ou até um destino turístico todo.

Tomemos a Islândia como exemplo, que teve tanto sucesso em sua campanha de marketing que agora tem um problema de excesso de turismo. Mesmo sendo a Islândia um exemplo extremo, serve para mostrar o poder do marketing. Há muitas coisas que se pode fazer para colocar uma propriedade em uma posição de vantagem independente de seu tamanho ou investimento em marketing.

SEO localizado

O posicionamiento em SEO localizado vem ganhando terreno nos últimos anos à medida que os diretórios online e as avaliações de portais da internet ganham popularidade. Alguns exemplos de SEO local são o Google My Business, Bing Places for Business, Yelp, TripAdvisor e mesmo as OTAs como Booking.com e Expedia.

O objetivo de uma estratégia de SEO local é ajudar as pessoas que buscam algo a encontrarem resultados relevantes na própria região. Em geral, quando falamos de SEO local nos referimos a como as pessoas vão encontrar resultados dentro de um determinado destino. Mas no caso das viagens, o SEO local se torna prático quando as pessoas planejam suas viagens.

Quase todos os diretórios online como o Google My Business e Bing Places for Business são gratuitos. Você apenas deve solicitar uma conta e completar o perfil. Normalmente, isso inclui seu endereço, número de telefone, horários de abertura e fechamento e uma descrição que deve incluir palavras-chave relevantes. Estas palavras-chave podem incluir, por exemplo, “melhor hotel na Bélgica” ou “aconchegante cabana em New Hampshire”, palavras que ajuden os potenciais hóspedes a encontrá-lo. Para receber ajuda sobre SEO local e conhecer o que deve priorizar, sugerimos utilizar a biblioteca de conteúdos da Moz.

Construir uma comunidade com as redes sociais

Não custa reforçar que as redes sociais continuarão sendo uma parte importante do negócio para as estratégias de marketing hoteleiro. As redes sociais evoluem em grande velocidade e é possível que as estratégias que funcionaram muito bem em anos anteriores já não sejam as melhores. Por exemplo, o Facebook atualiza seu algoritmo de maneira regular e em Janeiro de 2018 anunciou que a Newsfeed começaria a apresentar mais novidades de amigos e familiares no lugar de marcas e publicações que buscam clientes.

O Facebook está buscando equilibrar os feeds dos usuários. Pora isso, as publicações que se consome de maneira passiva, como uma imagem estática que tenha sido convertida em vídeo para enganar o feed, perderão seu poder viral muito rápido. No entanto, há um saída para isso, que é criar uma comunidade e logo personalizar o conteúdo para seus membros. O Facebook se baseia mais na métrica da interação, como nas vezes em que se compartilha uma publicação; ou nos comentários de amigos, para avaliar o que colocar em um feed. As publicações que promovem discussões e reações são as que ganharão espaço.

Isso significa que as publicações de vendas agressivas ou impulsivas não terão tanto êxito (já faz um tempo que não têm). Mesmo que falemos de Facebook, Twitter ou Instagram, devemos sempre ter o foco em criar uma audiência de pessoas a quem interesse ou agrade seu negócio. Não se pode nem se deve forçar uma venda, reserva, ou qualquer outra coisa. No longo prazo, o mais benéfico é compartilhar conhecimentos, conselhos, idéias e criar uma comunidade.

Algumas maneiras de criar uma comunidade: criar um grupo no Facebook com clientes para que se conectem entre si ou com pessoas que sejam grandes defensoras de uma marca. Para criar uma audiência no Instagram é importante encontrar hashtags relevantes e fazer comentários interessantes sobre as publicações de outras pessoas.

A reputação online é sempre importante

Gostemos ou não, a reputação online chegou para ficar, em todos os negócios. Os sites de avaliações, como os que mencionamos na seção sobre SEO local, têm um enorme poder. Não apenas se encontram nas primeiras posições dos motores de busca, como também são intensamente buscados pelos turistas. Atualmente, a maioria dos consumidores não fazem uma reserva sem antes consultar ao menos um dos websites de avaliaçòes. E na maior parte das vezes, ao fazer uma reserva em uma OTA, as avaliações aparecem diretamente ao lado do botão “Reservar Agora”.

A reputação online é tanto proativa como reativa. Para que a reputação seja proativa, os hoteis devem solicitar diretamente aos hóspedes felizes que escrevam avaliações e desta forma fortalecer sua presença online.

Todas as avaliações, sejam positivas ou negativas, devem ser respondidas sempre por alguém da propriedade. As respostas demonstram que os responsáveis se preocupam e escutam todos os comentários, positivose negativos. No caso das avaliações negativas, é sempre aconselhável encontrar uma solução, idealmente fora das vistas do público.

Para 2018, seria importante criar um plano de ação para sua reputação online, que consista em pedir avaliações positivas e responder aos comentários nos sites mais importantes.

O conteúdo é o novo motor do SEO

SEO e marketing de conteúdo andam de mãos dadas. Já se foi muito tempo desde que a criação de um website com conteúdo estático era suficiente para ser descoberto online. Durante os últimos anos e depois de inúmeras mudança de algoritmos dos mecanismos de busca, os websites que realizam mudanças frequentes e atualizações significativas conseguem as melhores posições no ranking. É importante compartilhar conteúdos atualizações, guias locais, eventos na cidade e qualquer outra informação sobre o estabelecimento hoteleiro e destino. Para ter sucesso não é necessário ser especialista em táticas de SEO. Realize uma busca de palavras-chave sobre um tema específico e inclua-as em suas postagens. O site Moz conta com um fabuloso centro de aprendizagem para que você possa dar os primeiros passos.

Chat ao vivo

A comunicação é um recurso chave e as janelas de chat ao vivo, seja no site de sua propriedade ou em outra plataforma como Facebook Messenger, são alguns dos canais de comunicação mais eficazes.

Ao longo dos anos, ganhamos acesso a inúmeros meios de comunicação. Do SMS e emails até o Facebook Messenger, Whatsapp e outros chatbots, existem infinitas maneiras para os clientes se comunicarem com você.

Os chats ao vivo funcionam muito bem já que permitem oferecer informação e responder a pedidos em tempo real, diferente dos emails que podem demorar muito tempo até que se envie uma resposta. Os chatbots e a inteligência artificial já aparecem como duas das coisas mais importantes, especialmente na indústria de serviços como a hotelaria. A inteligência artificial oferece inúmeras possibilidades e em pouco tempo se encontrarão muitos poucos guias e mapas de papel nas propriedades. A tecnologia já tem a capacidade de substituir os guias locais em papel, mas a inteligência artificial levará isso ainda mais adiante, a um nível de personalização pelo qual não se precisará nem falar com ninguém.

No entanto, ainda faltam alguns anos para que os chatbots e a tecnologia de inteligência artificial que os gerenciará façam sua real estréia, especialmente em propriedades independentes.

Uma Rede de Distribuição Mais Ampla

Especificamente para a indústria do turismo, uma das melhores maneiras de comercializar suas acomodações para uma audiência maior é através de parceiros de distribuição. As pequenas e grandes agências de viagem online (OTAs) oferecem às propriedades de diferentes tamanhos a possibilidade de chegar a novas e maiores audiências.

As OTAs maiores como Expedia, Hotels.com, e Booking.com alcançam milhões de turistas todos os dias. E também há canais de distribuição menores e específicos que podem ajudá-lo para que sua propriedade chegue a pessoas de certos lugares em particular ou com determinadas preferêcias de viagem. Tomemos como exemplo uma empresa chamada Hipcamp. Esta empresa é focada em turistas jóvens e aventureiros que buscam destinos pouco conhecidos.

No mercado atual, não é difícil chegar em novos clientes, especialmente com a ajuda de um channel manager. Com a tecnologia adequada, é possível publicar uma propriedade em variados portais de venda sem medo de overbookings. Este ano, procure avaliar alguns canais novos que poderão resultar em grande ajuda.

Conclusão

À medida que adentramos o ano de 2018, certamente surgirão novas tendências de marketing que serão de grande importância para a indústria hoteleira. A informação sobre mudanças nas práticas tradicionais de marketing como SEO e novas tecnologias se expande rapidamente. Você só deve tratar de manter os olhos bem abertos e encontrar as melhores opções para seu negócio em particular.

Você também pode se interessar por...

Relatórios de Análise Diária: Um Guia Completo Para a Auditoria Noturna de Hotéis

  Uma das perguntas mais comuns que os hoteleiros nos fazem é “como eu gero um relatório de fechamento do […]

Pillow Talk: Atualizações do Produto Cloudbeds Setembro de 2019

Está pronto? Aqui vão as nossas novidades…… Com o final do terceiro trimestre, é hora de destacar algumas atualizações da […]

A Cloudbeds dá as boas vindas a Cláudia Godoy, Gerente de Vendas Regional Brasil

Cloudbeds, empresa líder em software para a hotelaria independente no Brasil, tem o prazer de anunciar Cláudia Godoy como Gerente […]

Abandonando a Bandeira: Como a Tecnologia Está Ajudando Propriedades a Serem Independentes

Abandonar a bandeira de um hotel está se tornando consideravelmente popular. Muitos dos hóspedes de hoje estão deixando para trás […]

Melhores, Juntos

A Cloudbeds adora ajudar os Hoteleiros e Anfitriões
a expandirem seus negócios. Deixe-nos mostrar como.

Consultoria Grátis