TENDêNCIAS DA INDúSTRIA

Recuperação de Hoteis vs. Aluguéis: o que mostram os dados de mercado

Cloudbeds

Por Cloudbeds

À medida em que o setor de hospedagem começa a avançar no caminho da recuperação, nós profissionais do setor estamos observando ansiosamente os dados mais recentes para aprender tudo o que pudermos sobre as maneiras pelas quais a pandemia mudou os padrões de demanda por aluguéis de temporada e hotéis.

Estão os hotéis se beneficiando do reconhecimento da marca e dos procedimentos de limpeza padronizados para superar os aluguéis de temporada? Ou são os aluguéis de temporada mais procurados porque oferecem melhores oportunidades de distanciamento social?

Para descobrir, a Cloudbeds contou com a ajuda dos principais fornecedores de benchmarking e insights de dados: STR e AirDNA. Juntos, comparamos dados de recuperação de hotéis com dados de aluguel por temporada num webinar com Scott Shatford, da AirDNA, e Robin Rossmann, da STR. Os dados mostram uma clara mudança na demanda por toda a geografia, preços e tipos de estabelecimento.

Quanto tempo durarão essas mudanças de demanda? E que tipo de estabelecimento sairá mais forte após a crise de saúde do coronavírus? Aqui compartilharemos alguns destaques importantes.

A análise inclui dados de hotéis e aluguéis de curto prazo de 2019 a 27 de junho de 2020 em 27 mercados globalmente, incluindo 12 mercados de destino regionais e 15 mercados urbanos. Toda a receita é em USD.

Para a análise completa e estatísticas, incluindo uma análise mais detalhada de diferentes regiões, confira a reprise do webinar aqui: CloudTalks Especial – Recuperação de Hoteis vs. Aluguéis por Temporada.

 

Localização

A localização está provando ser um dos principais determinantes da demanda por hotéis e aluguéis de temporada. Os dados mostram que os mercados urbanos são os que mais sofrem. À medida que caíram as escapas urbanas de fim de semana, os negócios em grupo e as viagens internacionais, os hotéis urbanos passaram a enfrentar os maiores declínios de ADR:

vacay v hotel graph1

Ao mesmo tempo, moradores que procuram fugir da cidade estão levando a alta demanda para destinos de férias menores perto dos mercados urbanos. À medida em que a demanda muda para mercados próximos, ou mercados a cerca de 160 quilômetros do centro da cidade, essas áreas regionais estão se recuperando mais rapidamente do que os mercados urbanos, tanto para hotéis como para aluguéis de temporada. 

A tendência de fortalecimento dos mercados regionais é global. Esta categoria lidera a recuperação, com as principais cidades ficando para trás em termos de ocupação em toda a Europa e também noutras regiões.

vacay v hotel graph2

Então, qual é o tamanho da recuperação para os mercados regionais? Os hotéis regionais tiveram um salto de 210% na ocupação, enquanto os hotéis urbanos tiveram “apenas” um aumento de 99% desde o ponto mais baixo da pandemia de COVID-19 (por volta de março de 2020) até os dados de 21 de junho de 2020.

vacay v hotel graph3

É importante destacar que, embora o crescimento da ocupação hoteleira seja importante, ela está vindo de uma base mais baixa devido a quedas mais acentuadas. Este é o crescimento percentual e a ocupação com base nesse ponto baixo, e os hotéis voltaram mais fortes porque caíram ainda mais, enquanto que os aluguéis de curto prazo não caíram tanto. Ainda assim, em ambos os casos, podemos perceber que os mercados regionais estão se recuperando mais rapidamente.

 

Nível de preços/ADR

Com famílias e pequenos grupos preferindo um ambiente mais sem contato e de baixo tráfego, aluguéis de temporada maiores e mais bem equipados para fornecer esse tipo de experiência cobram taxas mais altas devido ao aumento da demanda. Enquanto isso, os aluguéis de temporada “comparáveis ​​a hotéis”, menores e com preços mais baixos, que geralmente atendem viajantes com orçamento limitado, como estúdios e apartamentos de um quarto, estão enfrentando baixa demanda. 

No entanto, o oposto se mostrou verdadeiro na esfera hoteleira, pois os hotéis econômicos têm sido mais resilientes, superando drasticamente os estabelecimentos de alto padrão em RevPAR e ocupação. Isto provavelmente se deve ao aumento nas viagens regionais e nas viagens de verão, por deslocamento rodoviário, que estão levando os viajantes a regiões com menos estabelecimentos de luxo, onde os hotéis econômicos e de médio porte são mais populares.

vacay v hotel graph4

vacay v hotel graph5

Outro fator que pode ter contribuído para que os preços dos hotéis caíssem tanto é que os hotéis normalmente têm estratégias de gestão de receita mais sofisticadas, fazendo com que eles alterem os preços, muitas vezes reduzindo-os em momentos como esses, para manter suas tarifas competitivas. Por outro lado, os proprietários de aluguel de curto prazo tendem a não variar seus preços com tanta frequência para acompanhar os dados do mercado, a demanda e a concorrência. Este fator pode ter feito com que os preços dos aluguéis de temporada continuassem mais altos.

 

Tipo de propriedade

Mesmo com as tarifas dos quartos de hotel tão baixas, os aluguéis de temporada, especialmente aqueles com dois ou mais quartos, continuam fortes. Isto pode ocorrer porque as pessoas que viajam em família ou em grupos tendem a preferir reservar uma casa de aluguel por temporada em vez de vários quartos de hotel, especialmente para estadias mais longas, que se tornaram mais comuns no auge da pandemia e das restrições.

No geral, os aluguéis de curto prazo são mais populares do que os hotéis neste momento. Se você agregar todos os 27 mercados, os hotéis agora têm cerca de 39% de ocupação, enquanto que os aluguéis de curto prazo menores desfrutam de 58% de ocupação e as propriedades maiores têm cerca de 61%.

vacay v hotel graph6

Por que é assim? Segundo Rossmann, isto tem a ver com a diferença fundamental com o tipo normal de demanda que vai para esses tipos de estabelecimento. Os hotéis estão muito mais orientados para empresas e grupos, e sabemos que esse tipo de empresa ainda não voltou em termos de procura de alojamento. Portanto, não é nenhuma surpresa que os hotéis caiam ainda mais e não se recuperem tão rápido. É a vantagem que os aluguéis de curta duração têm ao aumentar o foco no lazer e também uma proporção maior de estadias de longa duração.

Shatford reforça que as estadias de longo prazo e a capacidade dos aluguéis de temporada de acomodá-las ajudaram a colocá-los em vantagem por enquanto. Mas os tipos de comodidades que eles oferecem também desempenham um papel, principalmente em termos de estabelecimento com cozinha, espaços maiores e lavanderia. Ele descreve o tipo de estabelecimento ideal nesta era do COVID como “aquele estabelecimento unifamiliar, independente, com controle de acesso” onde você não precisa interagir com as pessoas e pode se sentir seguro se isolando em um ambiente que é controlável.

No entanto, nem todos os aluguéis de temporada se enquadram nesse “tipo de propriedade ideal”. Shatfort acredita que o aluguel de curto prazo de um quarto numa unidade multifamiliar não terá tanto sucesso quanto os hotéis. Ele falou especificamente sobre o tipo de aluguel de temporada que pertence a um anfitrião que tem uma única propriedade, não possui serviços de limpeza profissional e não tem reconhecimento de marca.

 

Aluguel de temporada vs. recuperação hoteleira: quem sai ganhando?

Com a ocupação, o ADR e o RevPar em declínio em todos os segmentos, é difícil dizer que alguém é realmente um vencedor nos dias de hoje. Se você se basear nos números, fica claro que os aluguéis de curto prazo maiores e mais luxuosos, localizados em destinos regionais que estão a uma curta distância de carro do centro da cidade, estão registrando os números de ocupação e de ADR mais altos. Com uma oferta limitada desses tipos de aluguel e forte demanda, eles estão, atualmente, numa boa posição.

Cidades com lago estão com alta demanda nos EUA Qualquer coisa que esteja a menos de 160 quilômetros de um grande mercado metropolitano que tenha um corpo de água está se saindo muito bem nos EUA.Scott Shatford, AirDNA.  

As vistas para o mar também foram populares entre os participantes do webinar, com 56% dos entrevistados sonhando com um aluguel de temporada com vista para o mar. Também tivemos 27% querendo fugir para uma cabana no meio do nada e 17% preferindo um resort de praia com serviço de quarto para usufruir de algumas regalias. Os resultados da pesquisa fazem muito sentido quando comparados aos dados disponíveis.

 

vacay v hotel graph7

 

 

Assista ao replay do webinar para mais dados de recuperação das locações de curto prazo vs. hotéis, previsões futuras e a análise completa do STR, AirDNA e Cloudbeds.

 

Procurando um software para gerenciar sua propriedade de aluguel de curto prazo ou hotel? Saiba mais sobre a solução para aluguel por temporada ou hotéis da Cloudbeds.

Publicado em 24 fevereiro, 2022
loading background.

Sobre Cloudbeds

Cloudbeds

Founded in 2012, Cloudbeds is the hospitality industry’s fastest-growing technology partner, serving a global customer base of thousands of properties across 157 countries. Its award-winning Cloudbeds Hospitality Platform seamlessly combines operations, revenue, distribution, and growth marketing tools with a marketplace of third-party integrations to help hoteliers and hosts grow revenue, streamline operations, and deliver memorable guest experiences. Cloudbeds was named No. 1 PMS and No. 1 Hotel Management System by Hotel Tech Report in 2022, Best PMS and Best Channel Manager by the World Travel Tech Awards in 2021, and has been recognized by Deloitte’s Technology Fast 500 in 2021. For more information, visit www.cloudbeds.com.

INSCREVA-SE
Obtenha ideias brilhantes e práticas recomendadas diretamente na sua caixa de entrada
FREE EBOOK

e-Book de Software de Gestão Hoteleira

Seu negócio pronto para o futuro - Um guia para escolher o melhor Sistema de Gestão Hoteleira.
Obtenha o e-Book
Cloudbeds
Uma plataforma projetada para ajudar os hoteleiros a gerar receita, economizar tempo e aumentar satisfação do cliente.

Você também pode se interessar por...

BLOG

Cloudbeds adquire Whistle para resolver atritos na jornada do hóspede

BLOG

6 maneiras de medir a satisfação dos clientes (+ exemplos)

BLOG

5 maneiras fáceis de otimizar as operações da recepção

Cloudbeds
Web Beacon