ESTRATéGIA DE DISTRIBUIçãO

Atraia viajantes a negócios com um GDS para hotéis

Isis Darios

Por Isis Darios

O GDS no setor hoteleiro é uma das melhores formas de promover seu hotel no mercado global de viagens corporativas. Por isso, é recomendável adicionar um GDS à sua estratégia de distribuição. 

Neste artigo, vamos ver a definição de GDS, os dois principais tipos de tarifas compatíveis com esse sistema e os tipos de propriedades hoteleiras que mais se beneficiam com ele, além dos três principais fornecedores desse setor.

 

O que é um GDS no setor hoteleiro?  

O Sistema de Distribuição Global (global distribution system – GDS) online fornece em tempo real inventário de hotéis, companhias aéreas, trens e locadoras de carros, tarifas de quartos, descontos e muito mais para agentes de viagens e empresas.

Ele permite aos agentes de viagens comprar passagens e reservar quartos ou acomodações em nome dos clientes. Algumas agências de viagens também oferecem portais de autoatendimento (Egencia e CWT) para os viajantes que usam o inventário no GDS, mas operam como as agências de viagens online (OTAs – online travel agencies) atuais. 

Vários agentes de viagens e reservas corporativas ainda usam um Sistema de Distribuição Global para melhorar o relacionamento com o cliente e reservar serviços de viagens. Os usuários têm acesso a preços especiais que não estão disponíveis em OTAs ou outros canais de distribuição e conseguem avaliar e reservar as melhores opções baratas rapidamente.

 

livro Cloudbeds
 

Quais são os benefícios de um Sistema de Distribuição Global (GDS)?

Agora que você sabe a definição de GDS para hotéis e como ele funciona, podemos explorar os benefícios de utilizar um GDS para hotel:

  1. Presença em uma forte plataforma de viagens corporativas – O GDS fornece ao seu hotel acesso e visibilidade a milhares de agentes de viagens e reservas corporativas em todo o mundo que buscam acomodações para a venda individual ou de pacotes, expandindo suas possibilidades e aumentando a demanda pelos seus quartos.   
  2. Integração com o PMS para a atualização do inventário em tempo real – Um sistema de distribuição global pode ser integrado ao Sistema de Gestão de Propriedade (PMS – property management system) para que o processo de reserva seja totalmente automatizado e sua disponibilidade seja atualizada em outras OTAs e no seu e-commerce de reservas diretas, ou sua booking engine – seu motor de reservas.    
  3. Mais exposição a clientes que valorizam seu negócio – Com um sistema de reservas GDS, o hotel será exibido a uma comunidade de viajantes mais profissional e específica, a qual alguns tipos de propriedades alternativas não possuem acesso. Se você tiver orçamento para isso, pode também participar de serviços de posicionamento pagos para aumentar ainda mais a exposição.  
  4. Mais oportunidades de gerar receita – O GDS para hotel fornece várias novas oportunidades para aumentar a receita, incluindo a participação em ofertas de pacotes atrativos (hotel, passagem aérea, aluguel de carro etc.), maior retorno de hóspedes e estadias mais longas, uma vez que seus quartos estão disponíveis para turistas e viajantes do mundo inteiro.

Os tipos de hotéis que mais se beneficiam com o uso de um sistema de distribuição global são

  • Hotéis três estrelas ou mais, com pelo menos 20 quartos e uma tarifa média de $100 dólares (R$ 530 reais) por noite
  • Hotéis para clientes corporativos: recepção 24 horas por dia, internet de alta velocidade, business center e quartos privados com espaço de trabalho
  • Hotéis em um raio de 100 quilômetros de um aeroporto  

 

GDS para hotel infográfico

 

Como funciona o GDS para hotéis? 

Primeiro, você precisa saber que o GDS para hotéis só está disponível para usuários autorizados que têm licença e registro e não pode ser usado pelo público geral. Isso ocorre porque o sistema de reservas GDS permite que empresas, como agências de viagens e reservas corporativas, reservem em nome de outros indivíduos. 

Ainda assim, os sistemas GDS também têm o poder e a capacidade de enviar o inventário a OTAs. Por isso, é possível listar um quarto no GDS e vendê-lo em um site como Booking.com ou Expedia. 

Os proprietários de hotéis podem inserir dois principais tipos de tarifas em um GDS para reservas: tarifas públicas e negociadas.  

  • As tarifas públicas podem ser vistas e reservadas por todas as agências no GDS e estão sujeitas a comissões pagas à agência de viagens. As tarifas públicas mais comuns são a Melhor Tarifa Disponível (BAR), Corporativa (COR) e Governamental (GOV).  
  • As tarifas negociadas são visíveis apenas para empresas que têm um acordo especial com você. As agências autorizadas que podem reservar essas tarifas precisam concordar com o Código de Acesso a Tarifas do GDS. Como as tarifas negociadas são baseadas em taxas líquidas, não estão sujeitas a comissões.  

Com frequência, as tarifas negociadas são reservadas para grandes empresas com escritórios ou fábricas perto do hotel. O hotel e a empresa precisam fazer um acordo e decidir um preço de venda em conjunto antes de ativar a tarifa negociada. Em geral, as tarifas negociadas são criadas de duas formas: 1) O gerente de viagens de uma grande empresa negocia descontos nas tarifas com propriedades participantes, ou 2) O gerente de vendas local de um hotel negocia um desconto com uma empresa local.

Também há a possibilidade de tarifas que correspondem a um programa de consórcios ou empresas de gestão de viagens (TMCs). Os consórcios e as TMCs são grandes grupos de agências de viagens e hotéis globais que se unem. Os agentes de viagens podem buscar hotéis usando códigos do GDS dedicados a programas de consórcios ou grupos de TMCs. As tarifas que aparecem para esses grupos são negociadas de forma antecipada com o hotel. 

 

Quais são os três tipos de GDS? 

Em termos de fornecedores de GDS para hotéis, três gigantes dominam o mercado: 

Amadeus

O Amadeus conecta fornecedores de viagens a vendedores desde 1987. Eles atendem mais de 770 mil hotéis em mais de 190 países no mundo todo e têm uma equipe global de 19 mil funcionários. Além de hotéis, o Amadeus atende companhias aéreas, operadores de aeroportos e ferrovias, prestadores de serviços em terra, agências de aluguel de carros e transfers, seguradoras e linhas de cruzeiros e barcas.

Sabre

O Sabre fez parte do nascimento da automação das companhias aéreas na década de 60. Hoje, eles têm quase 400 mil agentes de viagens no seu mercado global. Seus produtos incluem apps de viagens para dispositivos móveis, quiosques de check-in, redes de reservas em hotéis e companhias aéreas, terminais de bilhetes, programação de tripulantes e aeronaves etc.

Travelport

Travelport (Galileo, Worldspan, Apollo). Originado em 1971, o Travelport abrange os sistemas de GDS Galileo, Worldspan e Apollo. A plataforma global de varejo de viagens atende fornecedores e agências com soluções de distribuição, tecnologia e pagamentos, entre outros. Eles trabalham com redes de hotéis e hotéis boutique para criar promoções específicas e modelos de tarifas flexíveis, ganhando mais visibilidade nos mercados.

 

Como conectar seu hotel a um GDS da Cloudbeds 

Os usuários da Cloudbeds podem se conectar a GDSs pelo channel manager. Essa abordagem poupará você do trabalho de tentar se conectar a um GDS individualmente, o que pode ter taxas caras de configuração e custos adicionais. A solução da Cloudbeds conecta você a um sistema associado aos três GDSs mencionados acima, permitindo gerenciar todas as contas de GDS em uma plataforma. 

Os usuários da Cloudbeds têm três opções de conexão a fornecedores de GDS para hotéis:

  • Hotelnet – tem mais de 10 anos de experiência com a distribuição de GDSs para hotéis no mundo todo. É um parceiro do Amadeus GDS e trabalha junto com ele para fornecer o melhor serviço para sua clientela de hotéis, incluindo suporte especializado. O Hotelnet oferece uma conexão sem riscos, taxas fixas e contratos vinculativos
  • Recoline – conecta seu hotel ao Amadeus, Sabre GDS, Travelport GDS (Galileo, Worldspan e Apollo) e Axess (Japão) por uma plataforma on-line que oferece controle total sobre a disponibilidade, os preços, as descrições e muito mais. A equipe do Recoline ajudará sua empresa a configurar acordos de tarifas e pagará as comissões para você  
  • Hotusa – especializado em capacitar hotéis independentes com as ferramentas necessárias para trabalhar com recursos geralmente disponíveis a grandes redes de hotéis. É o líder mundial entre os consórcios de hotéis independentes, com quase mil hotéis representados em GDS. Hotusa pode ajudar seu hotel a ter mais alcance, visibilidade e diversificação 

A Cloudbeds facilita a conexão de propriedades a fornecedores de GDS para hotéis . Após a inscrição no Hotelnet, Reconline ou Hotusa, basta acessar a página de Distribuição de Canais no seuPMS, buscar o nome do canal e seguir as instruções passo a passo para estabelecer a conectividade entre os sistemas. 

Depois de concluir a configuração, começaremos a enviar preços e inventários ao fornecedor de GDS, como fazemos com OTAs. Conforme os agentes e afiliados reservarem o inventário, as reservas aparecerão no PMS. 

Se você não decidiu o fornecedor ideal para você, os artigos da Base de Conhecimento acima possuem dados de contato para ajudar você a explorar os serviços e solicitar mais informações.

 

Conclusão 

É mais provável que o GDS evolua nos próximos anos em vez de se tornar obsoleto, então vale a pena se conectar a um sistema caso queira atrair mais viajantes a negócios e lucrar no setor de viagens corporativas. 

Para um potencial máximo de visibilidade e receita, considere associar o PMS a uma plataforma de distribuição de GDS que permita a conexão a vários grandes fornecedores de GDS para hotéis e gerencie sua conta em um sistema.

 

Quer saber como a Cloudbeds pode melhorar a sua propriedade?
Publicado em 07 janeiro, 2022
loading background.

Sobre Isis Darios

Isis Darios

As Content Marketing Manager, Isis combines her writing expertise, hospitality experience, and passion for travel to produce engaging, on-brand content for Cloudbeds. Since graduating from NSU with a master’s in Writing, Isis has accumulated over 10 years of experience in professional copywriting, editing, and digital marketing. Brazilian born, South Florida raised, she now lives in sunny San Diego, home to Cloudbeds headquarters. When she’s not busy researching and writing everything travel and hospitality tech you can find her plotting her next trip or frolicking at the dog beach with her pug, 2 kids, and husband.

INSCREVA-SE
Obtenha ideias brilhantes e práticas recomendadas diretamente na sua caixa de entrada
eBook Grátis

Mais reservas, hóspedes mais felizes. O guia definitivo para o hoteleiro moderno

Aprenda todos os fundamentos-chave para administrar um negócio de hospedagem bem-sucedido
Faça o download
Cloudbeds
Uma plataforma projetada para ajudar os hoteleiros a gerar receita, economizar tempo e aumentar satisfação do cliente.
Cloudbeds
Web Beacon