Cloudbeds

Cloudbeds – Blog – Tudo sobre Hotelaria

O Melhor Design Para o Website de Seu Hotel

Subscribe for More Content
Posted by Marco Fonseca
março 27, 2019

O website de um hotel é um importante canail de venda. Sem uma forte presença, um hotel nunca poderá ser eficaz na captura de mais reservas diretas e em ter maior controle sobre sua distribuição e relacionamento com os hóspedes. Um site sem brilho também sinaliza para os hóspedes em potencial que um hotel pode ser antiquado – o que não é bom para um cliente em potencial.

Para garantir que seu hotel esteja com o pé direito no mundo online, considere estas práticas recomendadas de design para websites de hotéis ao criar ou atualizar sua presença online.

Design e melhores práticas

Ao criar ou atualizar seu website, siga estas práticas recomendadas para criar confiança com possíveis clientes. Lembre-se de que esses visitantes têm ampla experiência em diversos sites, incluindo os das OTAs.

  • Imagens. Imagens cativantes chamam a atenção. Não use imagens de arquivos antigas ou fotos de baixa resolução de sua propriedade. Não há mais desculpas para isso! Invista em fotografia profissional que destaque todos os aspectos e as melhores características de sua propriedade e espalhe essas imagens por todo o site. Ao selecionar os tipos de quarto, os usuários devem ter acesso a uma galeria de fotos que mostre todos os aspectos de cada tipo de quarto. A transparência é fundamental e as fotos vibrantes e arrojadas mostram aos convidados exatamente o que esperar.
  • Vídeo. Embora os vídeos não devam ser usados em excesso (pois podem fazer com que o site carregue muito lentamente), considere os pontos nos quais o movimento pode ter um impacto benéfico. Nem todos os visitantes podem ouvir o áudio do vídeo (eles podem estar no trabalho, por exemplo), então legende os vídeos que tiverem diálogos ou narração. Como alternativa, elimine totalmente a narrativa e use apenas vídeos com imagens ricas para criar esse impacto visual – a filmagem com drones traz um resultado incrível ao mostrar tudo o que sua propriedade tem a oferecer. Confira a experiência da página do Lagun Hotel, que usa um vídeo cativante para dar o tom da estadia aos os visitantes logo de cara.
  • Avaliações. O tema da transparência vai além de como você mostra sua propriedade visualmente, para o que você revela sobre a experiência real do hóspede. Não é fácil ser vulnerável; no entanto, destacar avaliações cria relacionamento e confiança com os possíveis clientes.

Ao tomar decisões sobre o seu site, foque na autenticidade. No site do seu hotel, seja fiel a quem você é. Do contrário, você estará apenas se criando expectativas irreais nos hóspedes.

 

Ipad - Hotel website design

Lagun Hotel

Pronto para o mobile

Talvez já nem precisássemos falar disso, mas segue aqui uma seção dedicada. De que importa um website bem desenhado se ele perde funcionalidade ou aparece todo bagunçado nos celulares e tablets? Esta foi uma pergunta retórica, porque a resposta é óbvia: NADA!

Rich Sanderson, Diretor de Design da Cloudbeds, dá a dica. “Seu site está vendendo uma experiência. Se a primeira interação de um usuário com você for interrompida ou confusa, isso pode criar expectativas de uma experiência medíocre. Uma experiência móvel bem projetada não é apenas uma experiência agradável; os usuários vão cair fora ao primeiro sinal de problema”.

Uma experiência ruim com dispositivos móveis não é apenas frustrante, mas também pode prejudicar sua marca. Não é uma coisa boa quando os potenciais clientes se perguntam: se eles não conseguem nem mostrar um site corretamente, como eles vão administrar um hotel inteiro? A aparência de estar desconectado do mundo ou sem foco na experiência do cliente prejudicará seriamente a reputação de sua marca aos olhos dos consumidores.

A velocidade também é um fator aqui. Um estudo do Google com usuários no Sudeste Asiático alerta que mais da metade dos usuários abandonará um site que leva mais de três segundos para ser carregado em dispositivos móveis. Respeite que a maioria dos usuários não esperará muito tempo para que uma página seja carregada, então otimize o site de acordo. Uma fraca experiência móvel reduz a receita – e leva os potenciais clientes aos seus concorrentes.

Mantenha seu conteúdo atualizado e interessante

Invista tempo lendo sites de hotéis, e você encontrará muito conteúdo obsoleto ou imagens de arquivo toscas. Grande erro. O conteúdo raramente é uma proposta de “publicar e deixar lá”. Então faça a você mesmo – e a seus potenciais hóspedes – um favor: abra sua agenda e defina datas para revisões regulares de conteúdo.

  • A propriedade. A menos que sua propriedade tenha passado por significativas reformas, revise as imagens de sua propriedade e de áreas comuns uma vez por ano. Cada vez que você agendar uma sessão de fotos da propriedade, capture mais fotos do que você acha que precisa. Essas imagens adicionais podem alimentar sua estratégia de mídia social ao longo do ano – e permanecerão disponíveis para outras pessoas da equipe usarem conforme necessário.
  • Pacotes e ofertas de serviços. Quando a equipe de marketing apresentar novos pacotes e promoções, evite usar imagens de arquivos (stock) sempre que possível. Tente capturar a essência da promoção por meio das lentes da personalidade singular da sua propriedade.
  • Alimentos e bebidas. Se sua propriedade possui pontos de venda de comida e bebida, você tem uma fonte rica de conteúdos novos. Trabalhem em conjunto para capturar o último prato, coquetel ou especial regularmente. Esse novo conteúdo é ótimo para as mídias sociais, bem como para o website do seu hotel e os esforços de marketing por e-mail.

Uma das melhores coisas sobre o conteúdo novo é que ele pode ser reaproveitado. Estes são ativos, não descartáveis após o primeiro uso. Guarde esses recursos em uma biblioteca de conteúdo compartilhado para que eles possam ser usados em mídias sociais, em materiais de marketing e em propostas de vendas. Conteúdo fresco pertence a todos os lugares; é sempre um investimento inteligente. E se a falta de tempo exigir o uso de imagens de arquivo, veja com cuidado para usar imagens novas que não já não tenham sido usadas demais por outras pessoas!

Ofereça upsells no processo de reserva

Alavanque o seu conteúdo e inclua-o no processo de reservas para incentivar upsells (vendas adicionais à reserva). Use imagens chamativas e um texto claro e conciso que capta a atenção e convence. Upsells não devem ser deixados para depois – você já tem um cliente no fluxo de reservas, por isso é muito mais eficiente tentar aumentar o valor neste momento. Nossa próxima seção vai mais fundo no poder da otimização de conversões.

Você também precisará ter a tecnologia global que simplifica o processo de adicionar serviços e upgrades ao mix. O motor de reservas correto deve sugerir complementos, upsells e upgrades relevantes, influenciando positivamente toda a experiência do hóspede.

De olho na conversão a cada etapa

Uma vez que um hóspede em potencial chegue ao seu site, cabe a você convertê-lo de visitante a hóspede. Rich Sanderson acrescenta: “Os hóspedes em potencial querem se imaginar em sua propriedade. Torne isso fácil para eles e escolha imagens de alta qualidade que contam uma história.

Existem várias áreas que os hotéis devem otimizar para conversão. Cada uma delas é uma ferramenta poderosa para aumentar a proporção visita/reserva e aumentar suas reservas diretas.

  1. Integre seu motor de reservas de hotéis diretamente em seu site. Quando você trata essas entidades como separadas, você torna a experiência de reserva lenta. Esse atrito leva os consumidores frustrados a abandonar as reservas. Um site com um motor de reservas integrado permite um fluxo contínuo e sincronizado que nunca exige que os consumidores insiram informações duas vezes ou descubram que o quarto que desejam na realidade não está disponível.
  2. Vá direto ao ponto e ofereça um comparador de tarifas. Você já sabe que os consumidores comparam preços ao avaliar hotéis. Muitas vezes, isso envolve a troca de dispositivos: o Google descobriu que 50% dos turistas verificam novamente os preços em um desktop depois de fazer compras em dispositivos móveis. Então, por que não ser transparente e oferecer um widget comparador de tarifas? Essa estratégia é especialmente poderosa se você tiver uma mentalidade forte de paridade de tarifas que proteja seu site como a fonte de Melhores Tarifas Disponíveis.
  3. Seja claro com sua mensagem de venda. Em todo o site e no motor de reservas, seja preciso com seus CTAs (do inglês, call-to-action, as “chamadas” de venda para seus visitantes). Os usuários devem ver claramente como chegar ao próximo passo e onde clicar. Em vez de encher o site com um único CTA, combine o texto com a ação desejada. Por exemplo, não envie um usuário que está lendo sobre casamentos para o motor de reservas de visitantes comuns, mas sim para um focado nos eventos em seu hotel.

A otimização de conversões é um novo recurso para muitos hoteleiros, por isso pode levar algum tempo e experimentação até encontrar o ponto ideal a ser focado e difundido entre a equipe do hotel. Prossiga, não desista e sempre se apóie na experiência de parceiros como a Cloudbeds para oferecer uma experiência de reserva que concorra bem com as OTAs.

Cloudbeds é o moderno motor de reservas que converte os visitantes de seu website em reservas — sem cobrar comissões.

Imagem: Cliente Cloudbeds The Oasis at Grace Bay